Opinião: todo mundo cresce, todo mundo muda


Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

Primeiro de tudo, segue a tradução que eu fiz do texto lindo dessa foto aí embaixo:

"Você é só um adolescente. Você ainda não é casado, então vá com a enchente, ria pra caramba, tenha modos, e tente algo novo. Você já vai beijá-lo? Acredite no que sente, gaste seu dinheiro, dê uma chance, estude muito, procure a felicidade, e não se arrependa de nada. Não ria dos sonhos das pessoas, faça um desejo às 11:11, desafie a si próprio, tire fotos e aprecie as lembranças. Você devia tirar tempo pra dançar só com as roupas íntimas, e aprender do passado. Brinque vestido e então tire todas as roupas. Aproveite bem sua vida."




Ontem eu encontrei essa foto e resolvi parar pra ler. E não me arrependi. Quando cheguei no final do texto, a primeira coisa que eu pensei foi “Rapaz, eu queria que alguém tivesse me falado isso quando eu tinha 14, 15 anos...” Mas depois fiquei tentando me lembrar se não teve mesmo alguém que desse esse conselho e eu, boba, fiz questão de não ouvir.

Ok, eu não fui a primeira nem serei a última que fez isso na adolescência, mas felizmente chega uma hora que a gente consegue parar e perceber que quem tentou nos mostrar isso tem razão.

Tu sabe pq? Hoje, com 22 anos, sou da opinião que quando a gente é adolescente, acaba se preocupando demais com a visão que os outros têm de nós, e por isso deixa passar muita coisa boa. Sim, é verdade, por mais que o orgulho não me deixasse admitir isso antes, acho que sempre soube que é assim. Isso não foi legal pra mim na época, pq fez de mim uma pessoa resistente a mudanças, ansiosa e infeliz. Uma vez me perguntaram do que eu mais me arrependia na vida, e depois de pensar um pouco, respondi que me arrependo de não ter sido tão corajosa quanto gostaria, e isso foi por me preocupar demais.

Confesso que hoje ainda tenho minhas crises de ansiedade, só que muita coisa mudou nos últimos anos. E as mudanças só começaram a acontecer quando eu entendi que mudar faz parte do crescimento. Nenhum dia é igual ao outro, as pessoas mudam, os lugares mudam, e de repente o que era o mundo pra nós há um tempo já não é mais tão importante. Entender isso ajuda vc a dormir melhor.

E também, quando por acaso eu encontro na rede social uma pessoa do tempo da escola e vejo que ela ouve outro tipo de música, que mudou a cor do cabelo, entrou na faculdade ou formou uma família, logo depois da surpresa inicial eu sinto uma espécie de felicidade por ela ter encontrado o caminho dela, e também pq isso reforça o que eu já havia dito antes sobre mudar.

Mas sim, tudo fica melhor depois da escola.

Há uns dias, enquanto assistia a primeira temporada de Heroes, em um dos meus episódios preferidos, Peter olhou pra sobrinha Claire e falou isso aí. E isso tem seu fundo de verdade. Eu sinto que sou uma pessoa melhor do que era há alguns anos, pq aprendi a gostar de transformações, de aprender coisas novas, e dizer o que eu sinto sem medo daqueles olhares esquisitos de julgamento. Aprendi a confiar na minha família, a ver quem são meus amigos, a entender como o mundo funciona (essa é parte mais difícil).



Será que isso quer dizer que a vida adulta é fácil? Não.  Quando vc é adulto, não existe colher de chá. A melhora vem do fato de que quando vc chega nessa parte da vida, vc consegue enxergar as coisas com mais clareza e decidir o que é mais importante, a enxergar além do óbvio.

Quando cheguei nessa parte, foi o dia mais assustador, mas também o mais feliz da minha vida.

Quando eu percebi que não tem problema nenhum se não der pra ir naquela festa de que todo mundo tá falando ou ver aquele filme que acabou de estrear pq não tinha grana ou pq não é o tipo de diversão que eu gosto. Outras festas e outros filmes virão.

Quando eu acordo e olho meu rosto no espelho e em vez de achar que tenho de ser parecida com outra pessoa pra me sentir bonita, vejo que a outra pessoa também tem seus desgostos com a própria aparência e que Kurt Cobain já tinha razão: querer se outra pessoa é um desperdício de si mesmo.

Que o garoto que vc considerava o mais bonito que já viu na vida pode nem ser tão atraente assim, pq ele não tem exatamente o que vc procura num relacionamento. Que ser o nerd da sala não é motivo pra vergonha, pq talvez aquele aluno que se apega aos estudos tenha visto antes de todo mundo o quanto o conhecimento é importante. Que aquele pessoal alternativo talvez não se vestisse daquele jeito “pra chamar atenção”, mas sim por ter aceitado primeiro que os colegas que ninguém é igual a ninguém, e que beleza é uma questão de ponto de vista.

Que é muito, mas muito bom quando em vez de se esconder dos seus pais (ou outra pessoa mais velha de sua confiança), vc conversa livremente com eles e ouve eles dizendo o quanto vc amadureceu.

Viver sem medo de ir embora quando vc percebe que não está em boa companhia e perceber que a opinião de quem não é seu amigo não te ajuda a pagar as contas.

Nenhum dia é igual ao outro. A gente só precisa fazer com que o dia de hoje seja melhor que o anterior.

Um beijo e até o próximo post! =)



Comentários

Leram essa semana