Escrita Mensal #1: A história do meu blog


Oi, amigos, como estão? Espero que estejam bem =)

E cá estamos com mais um projeto amorzinho: o Minha Escrita, do Universo Alternativo! Assim como o Top 10, a ideia também é de autoria da Jaque do 4sphixy4, e consiste no seguinte: todo mês, galera se reúne pra escrever um post sobre determinado tema, sendo 12 temas até dezembro óbvio. O primeiro assunto do ano é “A História do Meu Blog”, e achei ótima a ideia de colocá-lo em janeiro, pq quem passar pelo blog agora já vai ficar sabendo um pouco sobre a trajetória dele sem precisar procurar por posts muito antigos, o que é uma economia e tanto de tempo.

Então, Allons-Y.

Let's start from the beginning

Antes do A L L  M I N E, eu tive outros blogs, lá por 2008, 2009, época em que a moda na blogosfera era escrever por diversão e encher os blogs com os gadgets e frufrus que as crianças de hoje consideram uma breguice só. Na verdade, os meus blogs (pq foram vários) não faziam parte desse nicho, e sim daqueles com fundo preto e fonte branca ou lilás onde a galera ~gótica postava seus poemas, contos macabros e coisas do tipo. Eu costumava postar poesias, pq naquele tempo eu escrevia praticamente uma por dia, e tudo em português, mas de vez em quando falava sobre música ou qualquer outra bobagem.

Lembrando que aquele era um tempo onde as pessoas estavam pouco se lixando pra números e popularidade e essa droga toda, o que significa que eu não divulgava meu blog em canto nenhum, e só de vez em quando aparecia alguém que reconhecia o trabalho (se é que dava pra chamar de trabalho).

Só que depois de um tempo eu fui ficando enjoada disso e larguei de vez dos blogs. Foi quando o Facebook e o Twitter começaram a se popularizar, e eu fiquei mais apegada às redes sociais e concentrada em produzir conteúdo nos meus cadernos, só pra mim, sem publicar em lugar nenhum.

Até que em 2014...

Acho que nunca falei disso aqui, mas antes de criar uma conta em qualquer site ou rede social, eu passo dias (sim, DIAS) tentando decidir se vale a pena ou não. E lá pro finzinho de 2014, tive a ideia de criar um blog novo. O último blog que eu criei, anos antes, ainda tava por lá disponível, então eu o excluí e decidi que queria fazer algo inteiramente novo, começar tudo do zero e de um modo que funcionasse, pq chega uma hora que vc cansa de falar com as paredes virtuais. Então, em algum dia de novembro daquele ano, eu comecei; escolhi um nome, ajeitei o layout, e depois de alguns dias postei o primeiro texto.

Dentro de mim canta um lunático

O primeiro nome que o blog teve foi Inní Mér, que em islandês significa "dentro de mim". Eu escolhi esse nome ~atípico por conta dessa música do Sigur Rós. Mesmo a música em questão tendo uma vibe animada (e até romântica, dependendo do seu entendimento da letra), "inní mér" soava introspectivo o bastante pra que eu escolhesse como nome pro blog: a minha intenção primária era a mesma que a dos blogs anteriores e a de muitos blogs atuais, isto é, fazer desse espaço um diário, pra onde eu possar correr quando as coisas não dão certo ou quando dão (pq não?), com a diferença da possibilidade de compartilhar esses ups e downs com outras pessoas, e quem sabe encontrar gente que passou ou tá passando por algo parecido. Enfim, eu queria colocar aqui tudo o que estivesse dentro de mim.

Eu ainda acredito nesse ideal, e por isso nunca desisti desse blog aqui, só que de vez em quando vc precisa fazer uma concessão ou outra por causa dos leitores. Dessa forma, achei melhor mudar o nome do blog depois de um ano, e o nome escolhido foi o que ele tem até hoje: A L L  M I N E. É um nome mais simples, fácil de gravar e embora passe o mesmo conceito do nome antigo, o faz de um jeito mais acessível, uma vez que a maioria das pessoas que passam por aqui têm mais contato com o inglês do que o islandês (eu também, viu), além do que all mine (tudo meu, todo meu) parece mais abrangente do que inní mér. Pq aqui eu não só falo sobre o que tá se passando comigo, mas também trago o que mais me tem interessado "do lado de fora" e que acho que vale a pena compartilhar com outras pessoas. Tudo que de certa forma eu tornei meu.

Chameleon soul

Se eu fosse falar sobre cada mudança que esse blog passou desde 2014 a gente não ia sair daqui hoje, então basta dizer que ele mudou mais do que eu achava que fosse possível, tanto em aparência quanto em conteúdo.

Hoje ele tá nessa vibe galática, não sei muito bem pq, talvez algum resquício da minha experiência lendo Sagan pela primeira vez na vida ou algum outro motivo que ainda não é claro pra mim, só que antes ele já foi um pouquinho mais colorido, black and white, urbano, já teve slide no topo, já foi dark woods e teve banner trash hipster que deu polêmica em grupo (leia o relato completo aqui).

Quanto a conteúdo, no começo tinha bastante post pessoal e poesia, e em questão de entretenimento era basicamente post sobre bandas/artistas recém descobertos, além de playlists. Hoje é claro que ainda tem tudo isso, só que agora o espaço é dividido com os projetos e blogagens dos grupos. Embora eu não participe de todos, a cada mês aparece uma temática que merece ser trabalhada, e eu não consigo deixar de lado.

O modo de me comunicar também mudou pra caramba desde os primeiros posts até agora: como em 2014 eu ainda tava com a cabeça nas coisas que tinha começado a escrever pouco depois do Ensino Médio, eu escrevia de um jeito muito formal, nem um pouco direcionado ao público pq eu nunca tive qualquer talento com público, além do que quando vc tá começando num blog, é bastante constrangedor vc escrever como se estivesse falando com alguém quando na verdade vc ainda tá falando sozinha, então nem saudação fixa pro início do texto eu tinha inventado ainda. Já agora eu não só começo como também costumo terminar todo post de um jeito parecido, e garantindo ao leitores que eu vou voltar (e eu sempre volto, tenho até dia certo pra postar, olha só), o que não parece tão importante no começo mas depois vc vê que é essencial.

E a história do A L L  M I N E é basicamente essa. Não é nada longo ou excepcional, até pq ele só tem dois anos de existência e é um blog pessoal. É claro que eu já passei por aqueles momentos hello darkness my old friend em que quis desistir e procurar outras coisas pra fazer, mas alguma coisa me dizia que era melhor manter esse projeto. E no fim, acredito que tenha dado certo! Vieram os leitores, vieram alguns números, veio engajamento, comentários não só com elogios mas principalmente dos amigos que vieram pra discutir ideias, contar experiências pessoais, dizer que esse ou aquele post ajudou, e se vcs puderem ter uma ideia do quanto isso muda o dia de um blogueiro, quem não tem blog criaria um agora! hahahaha

Enfim, espero que tenham gostado e me contem como e quando vcs criaram seus blogs, e se o que vcs queriam no começo ainda é o mesmo que querem hoje!

Aqui tá a lista dos blogs participantes! Conheça a história deles também:


Um beijo e até o próximo post! =)


Fonte da imagem: We Heart It

Comentários

  1. Era lindo mesmo essa época em que tudo se fazia por fazer, não pensando exatamente em números e popularidade. Hoje em dia, até quem fala que não se importa com isso, se importa siim lá no fundinho, hauha! Enfim, eu não vejo meu blog como trabalho também não, embora tenha usado muito para expor o que faço, sem esperar nada em troca. Adorei a tua história! Beijão!

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquela era uma época mágica, né? Hoje, mesmo que a gente decida manter o blog pessoal e tudo mais, sempre tem aquela pontinha de preocupação com numero, com engajamento, mas deve ser pq o engajamento não vem tão fácil quanto naquele tempo, já que os ideais de muito blogueiro por aí são diferente daqueles. De qualquer forma, tem que ter amor e dedicação, sempre!
      Fico feliz que tenha gostado XD
      um beijo!

      Excluir
  2. É legal ver como vamos vencendo os nossas dificuldades né? seja melhorando na maneira de escrever,ou tendo coragem para escrever,falar,fotografar,seja aprendendo coisas para melhorar o blog.
    Eu fico feliz a cada nova pequena conquista.
    Eu tbm passo pelas fases de querer desistir,mas quando a gente gosta de fazer acabamos voltando rs
    Vida longa ao All Mine
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Parece que quanto mais lutas a gente vence, mais a gente tem força pra continuar a fazer o que ama. Sempre que fico desanimada com alguma coisa, meu antídoto é parar e pensar no que aprendi, no que ganhei, no que melhorei e sempre, sempre encontro uma coisa ou outra pela qual ser grata, e isso muda o dia! Gratidão transforma a vida da gente, né?
      All Mine hj, All Mine amanhã, All Mine pra sempre kkkkkkkkk
      Um beijo!!

      Excluir
  3. Sua história foi a que mais gostei de ler, talvez pelo seu modo de retratar as coisas. Eu também senti esse vazio de falar com as paredes, como se ninguém desse importância ao que eu leio (também causado pela minha baixa estima) mas os números não me deixam mentir, acho que até hoje não tenho leitores fixos, mas permaneço escrevendo pois é o que me liberta.
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sério? Obg XD Pra ser sincera, até hj às vezes me sinto assim quando posto aqui, uma hora duvido que realmente tá dando certo, mas na outra acredito 100% no que eu tô fazendo. Os leitores fixos daqui eu consigo contar nos dedos e todos são meus amigos dos grupos, mas tirando eles não tenho a menor ideia de quem passa por aqui com frequência haha
      Um beijo!

      Excluir
  4. Oi, lindona!

    Ter blog não é fácil mesmo, os primeiros posts são terríveis de escrever, a vergonha é grande, existe o medo de ser julgada, etc. Tudo isso e essa sensação de estar escrevendo pra ninguém ler. É muito bom revisitar a nossa história, olhar pra trás e ver o quanto melhoramos, né? E o melhor é que mais pra frente vamos olhar pra trás de novo e vamos ter evoluído mais ainda! Seu blog é muito gostoso de ler, sua fluência em falar das coisas é maravilhosa, amo ler sua opinião, acompanhar seus posts e ver você contando sobre a vida, o universo e tudo mais. Eu acho seu layout lindooo, seu blog é super mega organizado (invejinha) e eu adoro muito o seu blog!

    Beijo, e que venham mais anos de histórias, evoluções e aprendizados!
    www.vultuspersefone.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Rafa, ter blog é que nem o Chorão falava, dias de luta e dias de glória haha Também acredito que a parte mais difícil é começar pq a gente nunca tem uma noção clara de como vai ser, como deve ser feito, só que depois felizmente a gente aprende uns hacks, entra em contato com quem é mais experiente e é ajudado. Na verdade, até hj antes de clicar em "Publicar" me bate aquela onda de vergonha e incerteza, mas depois vai passando (ainda bem!). É nisso que tenho pensado, sabe? Quando chegar no fim desse ano, já vai ser mais um ciclo se encerrando e mais uma penca de coisa aprendida!
      Eu também gosto muito do teu blog! Vc escreve sem medo e de um jeito apaixonado sobre tantos assuntos! E em particular, acho a escolha do nome tão incrível!
      Obg pelas visitas! XD
      Outro beijo, e que venha a experiência! haha

      Excluir
  5. Sua história do blog é muito parecida com a minha, apesar de eu ser bem menos dark. Meu blog já foi abandonado e reativado mil vezes. hahaha
    E cara, que projeto legal. Eu nunca encontro projetos legais assim pra participar. sniff

    Beijos
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Não imaginava! Mas enfim, cola lá no Universo Alternativo que tem bastante blog geek e alt que vc pode gostar e todo mês rola uma projeto bacana, tipo esse aqui ^^
      Um beijo!

      Excluir
  6. quero saber o nome dos teus antigos blogs, tbm sou trevosa e fazia parte dos blogs darks, só que nao publicava textos, nao escrevo kkkk era mais pra diario mesmo. e foi por isso que fiquei tao "nervosa" (coloquei os "" por que nao é essa a palavra) quando criei coragem e voltei a blogar, por que hoje é muito diferente!

    vou ver o post sobre a treta do banner O.O adoro saber sobre tretas kkkkk

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, tinha tanto blog que nem vou lembrar de todos, mas o primeirissimo se chamava "Melancolicoh e Obbscuroh" (não me pergunte de onde veio esses Hs kkkkkkkkk), depois tive um chamado Black Lillies Totally Ripe, depois um outro que não lembro o nome mas qu eu escrevia sob o pseudônimo Scarlet Cygnus. É tudo que consigo lembrar XD Quando retornei, também achei tudo muito esctranho e teve coisas que demorei pra me acostumar, mas agora sinto que auqi é meu lugar até mais que antes, talvez pq não esteja mais falando sozinha!
      Ai, vai lá ver pq se tem treta, a gente tá dentro kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Adorei o projeto e já fui buscar mais sobre ele. Também curti muito saber da sua história na blogosfera, também tenho blog há séculos e fui mudando ao longo do tempo. Aproveitei pra fuxicar os comentários também e achei todos os nomes antigos dos seus blogs super legais.

    Bjooo
    Lady Salieri
    http://www.visaoperiferica.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher, esse projeto é só amor! Nem vejo a hora de fazer os outros temas haha É muito legal a gente olhar pra trás e ver o quanto mudou, né? E tu é a primeira pessoa que chega fala que lê os outros comentários XD Acho os nomes antigos tão bregas, mas mesmo assim fico feliz que tenha gostado ^^
      Um beijo!

      Excluir
  8. Também sou dessa época trevosa dos blogs, ahahhaha todos que tive na epoca eram góticos, usava os templates mais vampirescos e sexys possíveis hahahahaha! Acaba que bate uma certa saudade né? Mas de tudo levamos experiencia, e se estamos aqui até hoje e porque amamos o que fazemos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquela época do blogs góticos trevosos era épica! hahaha Mas hj devo ter problema na vista de tanto tempo que passei lendo aqueles textos com fonte branca e fundo preto XD Mas sim, às vezes bate uma saudade, daquele tempo onde a gente não tava nem aí pra número nem nada, só escrevia por escrever...
      Felizmente, o amor pela escrita nos manteve aqui por todo esse tempo, não obstante as mudanças! <3
      Um beijo!

      Excluir
  9. Eu sou daquela época...que delícia aqueles gifs piscantes kkkķk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqueles GIFs piscantes dividiam famílias entre os gostavam e os que odiavam kkkkkkkkk
      Um beijo!

      Excluir
  10. Nossa, amava a época que os blogs eram cheios de frufrus...não tinha blog na época, mas meu tumblr era o mais empiriquitado possível. Caía glitter, tinha bolhas, mouse diferente e mais um monte de breguices que eu amava. huahuahauhauhsa


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, até que era legal, mesmo, pq antes a gente não se preocupava com SEO, primeira impressão nem nada disso hahahaha Meu tumblr era minimal, só que depois me desfiz dele.............
      Um beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Essa é a box de comentários do A L L M I N E !

Allons-Y pra quem tem algo legal pra falar e não quer saber de disqus ou verificação de palavras! A box é do próprio Blogger, mas tá liberada pra todo mundo! Também, quem leu com atenção e tem alguma ressalva, elogio, experiência bacana pra contar e qualquer outra coisa que acrescente ao assunto do post ou tem alguma dúvida sobre o que foi falado, pois eu modero e respondo todos os comentários. Pra saber quando seu comentário foi aprovado, marque a opção “Notifique-me”!

Agora, Bye Bye Beautiful pra vc que só aparece pra jogar link e sair correndo, vem spamar, sai por aí carimbando “Amei!” e “Adorei!” mas não diz nada que acrescente ao post, é a (o) louca (o) do “Segui, segue de volta?” ou é troll e vem aqui ofender, vomitar preconceitos e perturbar os outros leitores com suas artes malignas. Volte para a sombra!

Leram essa semana